Total de visualizações de página

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Sementes Lágrimas de Nossa Senhora

LÁGRIMAS DE NOSSA SENHORA
Nome científico:

As sementes utilizadas para a confecção de objetos artesanais geralmente pedem um grande cuidado no momento em que precisam ser polidas e perfuradas. Mas uma semente em especial conhecida como “lágrima de nossa senhora” já vem pronta, naturalmente aperfeiçoada e acabada. Nativa da Índia, a erva conhecida cientificamente como “coix lacryma-jobi" se desenvolve melhor em lugares úmidos, por isso é bastante encontrada na Amazônia.
A “Yi Yi Ren” é utilizada no sul da China para a fabricação de esteiras e artesanatos trançados. Também são aproveitadas para a indústria da cervejaria, fornecendo a fécula opcional para diferenciar o sabor da cerveja produzida.

Outros nomes: Biuri, biuraí, capiá, capim-de-contas, capim-de-nossa-senhora, capim-rosário, conta-de-nossa-senhora, lágrimas-de-job, lágrimas-de nossa-senhora, capim-de-lágrima, lágrima-de-santa-Maria, biurá, adlay, capim-missanga, Yi Yi Ren.


CURIOSIDADES

As lágrimas de nossa senhora possuem mais de vinte propriedades medicinais? Em uma só semente encontram-se remédios para males tão comuns como dores, febres, inflamações, diarréias, coceiras, furúnculos, abscessos e verrugas. Mas se engana quem pensa que as “contas de nossa senhora” só tratam de doenças comuns. Ao contrário do que se imagina, essa planta também cuida de enfermidades mais complexas como cálculo renal, asma, bronquite, reumatismo, atrofia muscular, obesidade causada por retenção de líquidos e até tumores.
            Muitas farmácias de manipulação já vêm desenvolvendo tônicos estimulantes a partir dessa semente, que também atua como excitante e suplemento alimentar.
O nome lacryma-jobi é uma referência às glândulas lacrimais próximas aos olhos. Segundo a lenda, os escravos na época do Brasil-colônia recolhiam as sementes de um capim, cujas contas grossas foram denominadas por eles de "lágrimas de Nossa Senhora". Com elas montavam terços para rezar, porque acreditavam que Nossa Senhora do Rosário poderia aliviar o sofrimento que eles tinham. Também foram os africanos que introduziram essa semente na fabricação de berimbaus, chocalhos e outros instrumentos musicais de percussão.
Os índios guaranis utilizavam as sementes brancas em forma de gota para distinguir etnicamente a sua tribo das demais. Para eles, os colares preveniam contra doenças e as forças negativas de seus inimigos. A utilização das “contas de nossa senhora” também se deu no campo ritualístico, pois em certas tribos indígenas era obrigatório usar adornos dessa semente nas cerimônias religiosas.
Para os cristãos, o nome “lágrima de nossa senhora” surgiu a partir dos acontecimentos do velho testamento que causaram amargura ao povo de Deus. Apesar das muitas definições, a utilização e significado dessa alcunha variam de acordo com o lugar.

7 comentários:

  1. Estou a procura de uma muda desta planta porque preciso das contas para pessoas da familia que tem problema renal e atualmente não acho mais.
    Se alguém puder me informar, agradeço
    São Paulo, SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gislene
      Estou lendo seu comentário e gostaria de saber se você já encontrou onde tem mudas. Se tiver achado entre em contato comigo, por favor.
      Meu email é: selmha@hotmail.com

      Estou interessa em mudas dessa planta e encontrei em dois sites o método de obter mudas a partir dessas "lágrimas" que a gente encontra vendendo nas lojas, as contas secas.
      Recomenda-se colocar as "lágrimas" na água limpa de um dia para o outro e depois plantar, regando todo dia e exposta à claridade. Em pouco tempo estarão saindo brotos.

      Eu não tentei (mas vou tentar!) torcendo para que brotem.
      Abraços, se tiver a informação entre em contato. obrigado.

      Excluir
  2. Olá. ..em que cidade vocês moram? Talvez eu possa ajudar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia! Tenho cálculos renais e se alguém puder ajudar eu ficarei imensamente grata. Allen.a@live.com

      Excluir
  3. Olá. ..em que cidade vocês moram? Talvez eu possa ajudar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi moro em Diadema SP.Ficaria muito grata. ellen.a@live.com

      Excluir
  4. Amei sua matéria, não sabia que essas continhas eram medicinais. Comprei hj uma porção delas para plantio com a intenção somente no artesanato. Gostei! Muito informativo...

    ResponderExcluir