Total de visualizações de página

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Semente Saboneteira

Fruto da Saboneteira
SABOEIRO
Nome Científico: Sapindus saponaria

O nome em latim Sapindus saponaria significa sabão inteligente. Algumas tribos de índios já conheciam o valor dessa planta e a utilizavam para se banhar. De origem brasileira, a árvore possuiu um rápido crescimento. Após dois anos de plantada, produz frutos que contém substâncias chamadas de saponinas, com propriedades similares às do sabão, daí o nome “saboneteira”. A planta da limpeza também é considerada potencialmente medicinal, pois possui propriedades que servem para a fabricação de calmantes, adstringentes, diuréticos, expectorantes, tônicos, remédios para a purificação do sangue, cólicas uterinas, epilepsia, catarata e avitaminoses, a exemplo de pelagra.
De excelente ação no controle de algumas importantes pragas e doenças da agropecuária, o “pau-sabão” protege os grãos do ataque de fungos, que provocam grandes perdas na produção agrícola. Além disso, esta árvore que chega a medir até nove metros de altura, é muito usada em paisagismo urbano, possuindo também grande importância econômica na construção civil, na confecção de brinquedos, na caixotaria e no artesanato, onde as sementes pretas e duras são usadas principalmente na fabricação de belas pulseiras e colares. Em cidades como Campinas, o corte da saboneteira é proibido, pois não se pode retirar da natureza o encanto e a utilidade que essa planta possui.

Outros nomes: fruta-de-sabão, jetiquinhaçu, pau-de-sabão, sabão-de-macaco, sabão-de-mico, sabão-de-soldado, sabãozinho, sabonete, sabonete-de-soldado, saboneteira, salta-martim

CURIOSIDADES

A árvore-do-sabão tem um poder pulverizador tão forte que com somente seis frutos é capaz de deixar 60 kg de grãos imunes? O seu poder de ação inseticida não só ajuda no combate de pragas nas lavouras, bem como na limpeza e preservação de colheitas. Os inseticidas podem ser feitos dos frutos amassados diretamente em água ou conservados por uma técnica em que chamada de “extração alcoólica”. Em ambos os casos, 200 gramas são suficientes para o volume de 20 litros de um pulverizador.



Nenhum comentário:

Postar um comentário